ABO2O se posiciona sobre aprovação de taxa extra para serviços de aplicativo

Associação é contra nova tarifa destinada às plataformas digitais de Mobilidade Urbana

 

Associação Brasileira Online to Offline, que representa mais de 150 plataformas digitais, se posiciona de maneira contrária à aprovação dos vereadores de São Paulo sobre uma taxa extra para serviços de aplicativo. Segundo a entidade, se o prefeito aprovar a tarifa o maior prejudicado será o usuário.

“A gente tem poucas plataformas digitais que conseguem competir nesse mercado e um tributo dessa forma consegue piorar esse ambiente competitivo e também os preços endereçados ao consumidor”, afirma Vitor Magnani, presidente da ABO2O.

A cobrança, que tem como objetivo aumentar a arrecadação do município, só poderá virar lei caso seja sancionada pelo prefeito de SP, Ricardo Nunes.

Veja as entrevistas concedidas pelo Presidente da ABO2O, Vitor Magnani, sobre o assunto:

 

https://cbn.globoradio.globo.com/media/audio/347430/o-mais-penalizado-sera-o-consumidor-final.htm

https://globoplay.globo.com/v/9696907/

https://sao-paulo.estadao.com.br/noticias/geral,apos-prefeito-de-sp-indicar-que-sanciona-nova-taxa-para-uber-e-ifood-empresas-cobram-mais-dialogo,70003784818